segunda-feira, 10 de outubro de 2011

O mesmo prazer de sempre, mas com menos escamas

Este ano não temos sido muito felizes na pesca ao robalo. É, sem dúvida, um ano fraco quer em quantidade e qualidade. São poucos e, tirando uma ou outra excepção, pequenos.
Nos tempos de fartura, damo-nos ao luxo de não fazer relatos dos "mikis". Nos dias que correm até um mikizinho tem direito a um lugar de destaque no "Hotspot"! Como isto vai mal!
O que nos vale é que mesmo com estes pequenotes, cresce-nos a esperança que os parentes mais velhos os acompanhem e caiam na nossa armadilha mais dia menos dia. Alimentam-nos a fé e avivam memórias de lutas inesquecíveis que desejamos voltar a viver...

Ontem assim foi. Mais um fim de dia de Outubro com calor de Verão. Depois de um dia de trabalho, de calção e água pela cinta lá fui com o meu Amigo Rei João alimentar a crença na despedida do sol.


Um pequeno robalo, encheu de vida a ponteira da minha cana e de êxtase o meu amigo João quando a viu abanar! O prazer foi o de sempre, sejam grandes ou pequenos...


Eles andam aí... e os grandes já não devem andar longe... resta prová-lo!

3 comentários:

  1. Boas J.P. Cruz,

    realmente o que interessa é senti-los lá !

    HEHEHEHE

    Grd abr, Matos

    ResponderEliminar
  2. Realmente não me lembro de um ano como este,mas vale sempre a pena ir pescar com os amigos e desopilar a cabeça do trabalho!
    Como apanhaste um pequeno podias ter apanhado 1 grande o que importa mesmo é ir mandar o aço!
    A última foto está altamente,VALEUUUUUU....

    Abração
    Urubas

    ResponderEliminar
  3. Tenham calma pessoal, em breve eles vão entrar em força. Este ano ( Verão) foi muito fraco, mas a esperança não vai cair por terra, e em breve ambos tornaremos a dar com eles. Um abraço cambada, até breve.
    Filipe.

    ResponderEliminar