segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Recorde agridoce - Robalo 8,600Kg

O tempo tinha mudado nos últimos dias e a lagoa pasmacenta deu lugar a um mar forte e bruto. Até a chuva que há quase um mês não caía nos veio visitar naquele dia. Podia não estar muito agradável para apanhar sol mas, bem escolhido o spot, estava mais do que bom para pescar uns robalos.
Equipados a rigor, lá fui eu com o grande Cuco na tentativa de safar a grade numas rochas ilhadas. A ondulação de 2 a 3 metros metia medo, ainda por cima com um período de vaga de 5 ou 6 segundos! No primeiro "cantinho abrigado" que escolhemos o Sérgio enganou logo um mikizito que, apesar de prontamente devolvido, nos deu logo um alento especial. Lembro-me de comentar que "com aquele mar devia era andar ali tarolada e não mikis"... mas... toca a continuar a tentar. O tempo ia passando, a maré cada vez mais vaza e o sol cada vez mais baixo, até que o Cuco dá sinal com mais um robalo. Este já tinha a medida do saco! Com este segundo peixe do Cuco, tirado com a mesma amostra do primeiro, rendi-me às evidências e resolvi trocar a minha por uma igual; contudo, sem resultados práticos... imediatos. Tínhamos compromissos e por isso a pesca estava destinada a acabar às 18h. Com pouco mais de uma horita para fazer a festa voltei a um local onde já tínhamos tentado molhar as amostras sem êxito, cuspidas mar fora. Com menos água podia ser diferente. Tentei, tentei, tentei e já quando me preparava para voltar para junto do Cuco levo uma pancada daquelas! Ferro de pronto e vejo o peixe a vir à superfície lá longe, o que de início me fez crer que fosse pequeno. Enganei-me e bem! Era um animal de respeito pelas cabeçadas que dava e pela forma bruta com que me impedia de o trazer para junto de mim! Aliado a este facto, o mar forte com uma escoa a condizer, eram os condimentos explosivos para uma luta épica! Assim foi. Quando me apercebo disso, chamo o Cuco e peço-lhe ajuda e ele vem de imediato ao meu encalço. Com o drag bem esganado para evitar dissabores nas rochas agrestes fui deixando o peixe debater-se com a minha cana bem erguida na vertical e tentando guiá-lo naquela gincana de pedra do fundo. Os sets pareciam intermináveis e o período de vaga que já era curto, parecia uma vaga só contínua nessa altura! Cheguei a estar uns 3 ou 4 sets sem recolher um milímetro de linha! Queria era ter o peixe ali controlado, para que quando estivesse perto trazê-lo ao sabor da onda até mim! De outra forma, naquele spot, com aquele peso e a força do mar, seria impossível... Pouco a pouco foi-se abeirando e chegou o momento crítico da "boleia na onda"; "Cuco, prepara-te que vou tentar metê-lo aí"! A onda vem, puxo por ele, quase, quase até cá fora e a onda passa e o gajo volta para trás na forte escoa! Neste retrocesso, acontece o que mais queria evitar: a linha roça na pedra e nos mexilhões, mas pelo menos solta-se... Só tinha mais aquela tentativa depois deste contratempo e foi a vaga imediatamente a seguir que ajudou a colocar o robalo a seco, depois de passar por mim e em seguida pelo Cuco que foi de imediato atrás dele para o agarrar, mas só conseguiu agarrar a linha. Quando vejo o arcabouço daquele monstro digo orgulhoso ao Cuco: "este é o recorde que procuro há mais de 5 anos"! Estava eu a terminar a frase e já uma nova vaga varria literalmente a laje rochosa onde nos encontravamos. Sinto a linha novamente a esticar à medida que a onda empurrava o robalo em direcção à praia e em seguida sinto-a a partir! Nem queria acreditar! Em segundos, o peixe com que sonhei nos últimos 5 anos, passou a ser um enorme pesadelo! A onda passou e peixe nem vê-lo! Aquele peixe de sonho de cabeça imponente e lombo gigante, que chegou a estar por segundos completamente a seco e sem forças, tinha-nos escapado! O peixe de uma vida veio, disse olá e adeus! De início fiquei perplexo e incrédulo e em seguida, senti os olhos encherem-se de lágrimas... mais triste fiquei ao ver o Cuco cabisbaixo e a pedir desculpa por não o ter conseguido apanhar. Apesar da luta espetacular e inesquecível que me deu, muito honestamente preferia nunca a ter tido, do que tê-la com aquele bizarro desfecho!

Estava de rastos e não queria pescar mais. O Cuco perguntou-me se queria ir embora e disse-lhe para continuar a pescar porque eu nem tinha vontade. Ele fez mais uns lançamentos e voltou a insistir para que pescasse mais 10 minutinhos porque já eram quase 18h. Volto a colocar a linha nos passadores, coloco o terminal e vejo que não tinha levado tesoura! Peço a do Cuco emprestada e também não tinha. Era mesmo o sinal de que não valia a pena voltar a tentar a sorte, mas o Cuco atira-me um corta-unhas velhinho a ver se desenrascava... e desenrascou. Meto outra amostra igual e vou desanimado e triste para o lado do Sérgio. Primeiro lançamento e nada. Segundo lançamento e... passa a onda e sinto uma prisão que me parece pedra... a onda passa e a linha mantém-se tensa, volto a dar-lhe um esticão e afinal não era pedra! Era um peso bruto que ia dando umas valentes toladas que dobravam a minha cana completamente! "Cuco olha a cana! Tenho aqui outro igual"! Impressionante! Impensável! De loucos! Em 3 lançamentos 2 peixes de uma vida! O Cuco aconselhava-me calma, mas já nem eu nem ele a tínhamos e fomos avançando mar dentro, mais do que podíamos e devíamos... Com a adrenalina do momento, a noção do risco esvai-se e lá estavamos os dois lado a lado, outra vez, para tentar cobrar aquele valente animal! A história repetiu-se até à escoa, mas desta feita o robalo veio na nossa direção na primeira onda sem precalços. O pior foi depois... Peço ao Sérgio que o agarre bem pois as fortes ondas sucediam-se e onde nos encontravamos sentíamos bem a sua força. Vejo o Cuco a agarrar o peixão com ambos os braços, num abraço de raiva, e em seguida vejo-o desaparecer numa onda! Em seguida, pior ainda, vejo-o a seguir no sentido contrário, o do mar, na escoa e temi o pior! Gritei-lhe: "Larga o peixe, que se lixe o peixe"! Depois de 3 ou 4 cambalhotas, que podiam ter tido um desfecho muito pior que as múltiplas feridas cortantes, o Sérgio lá conseguiu levantar-se... Que grande susto!


Já mais seguros e tranquilos, festejamos emocionados aquele animal excepcional que tínhamos conseguido capturar com muito custo e entreajuda! Há 5 anos que procurava por um peixe assim, mas nunca me tinha passado pela cabeça que desse de caras (e logo com 2!) num dia assim! Só podia ser uma Sexta-feira 13! É o meu novo recorde pessoal, mas um recorde agridoce... Contudo, ficará para sempre na memória a forma como o meu Amigo e Compadre Serguei Kukunuts se arriscou (muito mais do que devia) para me ajudar... imagens que ainda agora, muitas horas depois, me mantêm desperto e sem sono, exacerbando o sabor acre deste recorde!

Termino com votos de um Feliz Natal e Boas festas, com uma mensagem muito especial em forma de vídeo:



.

60 comentários:

  1. Sempre em grande, parabéns pelo relato e pelo peixe e grande Cuco pela coragem. Abraço amigo.

    ResponderEliminar
  2. Grande relato.. Grande recorde. Adrenalina máxima de ambos. Foi de loucos e impensável mas acredito que se continuarmos as investidas mais recordes irão ser batidos e novos acontecimentos nos vão surpreender.

    Confesso que só me vem à mente os momentos alegres e de adrenalina pura.. Não tenho a mínima noção do acre que descreves.. Provavelmente porque não tive noção. O importante é que o peixe ficou a seco! Parabéns pelo peixão e pelo recorde batido. Tu mereces e muito.

    Abraço meu amigo! Repetiu tudo de novo!

    Feliz Natal a toda a comunidade piscatória em especial a todos os seguidores e amigos dos "RobalosHotSpot"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu repetia tudo de novo, se calhar até o outro tarolo perdido... só não repetia o momento em que caíste agarrado ao peixe!
      Obrigado e mais obrigado!

      Eliminar
  3. Zé Pedro, mutos parabéns pelo magnifico tarolão! "Ouvi" o telefonema desse peixe que fizeste para um amigo em comum em primeira mão :). Fiquei feliz pois sei o que lutas para conseguir estes resultados.
    Agora muita atenção e dá na cabeça ao teu amigo. Nenhum peixe vale qualquer tipo de risco!

    Um grd abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá André! O Urubu é um "lingua comprida do catano"!
      O risco é inerente a tudo o que fazemos e nós ao spinning corremos sempre algum risco que tentamos minimizar... Concordo contigo quando dizes que nenhum peixe vale o risco, mas quaando um (no caso 2!) troféu(s) de uma vida está na ponta da linha perde-se toda a razão e discernimento!
      Grande abraço!

      Eliminar
    2. Não fui o urubas :-). E agora? Quem terá sido?

      Eliminar
    3. Só falei com mais dois Amigos da Pesca: Armando Sousa e António Gouveia... :) Só pode ter sido o Armando! :)

      Eliminar
    4. Eheheheh eh eh fui apanhado lol

      O André tinha acabado de chegar ao meu escritório e soube logo em primeira mão :)))))

      Eliminar
    5. André,

      Vieste ao Norte e não disseste nada ao teu amigo? Amigo do cu :)

      Abraço amigo e vê lá se apareces para mandar o aço contigo :).

      Eliminar
    6. Amigo, não tive hipoteses! Foi o dia de jantar de Natal da firma! O nosso dia chegará e vai ser de arromba! Robalos a dar com um pau :)
      Grd abraço a todos vós malta fixe ;)

      Eliminar
  4. Muitos parabens Zé Pedro! O relato está absolutamente brutal!!! Mas atenção ao Sérgio, nenhum peixe vale qq risco!! Soube do peixe logo no próprio dia quando ligaste a um amigo comum e fiquei muito feliz pois sei bem que o mereces!

    Um grd abraço

    ResponderEliminar
  5. Valente, muito mas muito valente esse tarolão!!!! :O
    Apenas consigo imaginar o que sentiste quando perdeste o primeiro e nem sequer sonho o que foi a "reviravolta"!!
    Quem disse que a Sexta-Feira 13 é dia de azar.... Não leu este post de certeza ahah :)

    Grande abraço!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É indescritível a sensação de perder um peixe troféu, ainda por cima com um mar brutal e depois de ter o peixe aos pés! Parecia mesmo azar de Sexta-feira 13!... Estava mesmo triste e desiludido e se não fosse o Cuco nem tinha volltado a lançar...
      Persistência e sorte...

      Abraço!

      Eliminar
  6. Master Bignobi !

    Mas que aventura... Digna de ser filmada ;)

    Parabens amigo ;)

    Só não disseste por quanto é que foi batido o recorde.

    Grd abr

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já vi, o peso está no titulo... se bem que me recordo o antigo recorde era 5.5kg, confirmas ?

      Eliminar
    2. A aventura foi filmada já com o peixe a seco e bem agarrado, não fosse o diabo tecê-las outra vez! Mas colocar esses vídeos de pesqueiros online é um erro que não volto a cometer! ;)
      O meu recorde anterior era de 5,570Kg, já tinha mais de 5 anos e era o mais baixo do "Hotspot"... não quue isso seja relevante, pois agora que não me imagino a subir esta fasquia, ainda tenho mais vontade de ir pescar!

      Abração Master Obi Wan Minobi! :)

      Eliminar
  7. Zé, muy emocionante, pero mucho peligro. Esta pasión es loca. UN abrazo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá grande Carlos "Sargoloco"! :)
      Somos mesmo "robaloslocos" e a paixão vence a razão!
      Abração!

      Eliminar
  8. Impressionante e espectacular relato de momentos únicos e com toda a adrenalina á flor da pele. Parabéns aos dois pelo grande barrote e pelo record. Lembrem-se somente que o mínimo descuido pode ser fatal e nenhum peixe do mundo vale esse risco.

    Forte abraço e força neles!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida José, mas na altura ninguém consegue manter a racionalidade! :)
      Correu bem, é o que interessa!
      Abração!

      Eliminar
  9. Grande Dupla de amigos..:-) Parabéns uma vez mais, pelo lindo e raro exemplar de uma vida amigo..:-) E também pela ajuda fundamental do grande cuco, que decidiu ir nadar um pouco para tirar o peixe...hahahaha...por acaso correu tudo bem, mas é nestes momentos de adrenalina que as coisas podem não correr bem!!!!.
    Fico muito feliz por ti Zé, pois sei o quanto tu querias...:-)

    Um grande abração para os dois

    Luís Malabar

    ResponderEliminar
  10. Grande Malabar, sei que és dos que vibraram com a captura e dos que sempre me incentivaram para lutar por ela! Partilhada com o meu grande Amigo (e Compadre) Cuco tornou-se ainda mais inesquecível!
    Abraço mestre!

    ResponderEliminar
  11. Olá Ze, perdoa a demora pelos parabens, mas tenho andado de cama, e nem o p.c. tenho ligado. Li o relato e assim que vejo que perdes um e apanhas outro, lembro-me sempre da tal frase que já me aconteceu e que um dia em pequeno me disseram... " O que o mar tira ele te devolve". Ainda bem que te deu esse peixe. Talvez um dia tenha essa sorte, pois robalo acima de 6.5 ainda não me calhou. Parabens. Mas tenham atenção, a vida de um amigo, vale mais do que um record para a vida. Um abraço sentido aos dois. Ia adorar estar ao vosso lado a ver o momento.
    Filipepc

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande Condinho, já tinha recebido os teus parabéns (que agradeço) pelo Malabar! ;) Desejo-te rápidas melhoras e que venhas pescar ao nosso lado assim que queiras! O convite é antigo e a estadia está assegurada!
      Abração!

      Eliminar
  12. Parabéns pelo Tronco de Natal José, que há tanto tempo era esperado!
    Logo dois no mesmo dia... Pena o outro não ter vindo, mas graças ao Sérgio que arriscou e bem, o peixe foi posto em seco... Mas com esses mares e nesses spots todo o cuidado é pouco... Mas há dias assim... Que tudo tem que correr bem!
    Parabéns à dupla!

    Boas Festas Boas entradas e vamos ver quando vem o próximo recorde... mais 5 aninhos... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado "Manel das Ilhas"! :)
      Agora vão passar seguramente muitos cinco aninhos, mas o prazer de ir à pesca será o de sempre!

      Abração!

      Eliminar
  13. Boas Pedro, desde já as felicitações pela captura.
    "Em 3 lançamentos 2 peixes de uma vida!" é esta a magia do spinning...
    Quanto à segurança, por vezes perdemos um pouco da noção, ao sermos "injectados" com adrenalina ou ao querermos corrigir uma situação que nos culpabiliza, falo de experiência própria, pois à pouco tempo aconteceu-me o mesmo com um amigo que tinha um grande exemplar ferrado, só não o agarrei de imediato porque estávamos com água pela cintura e as fateixas parecia chamar pelas minhas mãos...

    Valeu a vossa experiência e a historia que jamais poderão esquecer.

    Boas Festas e Boas Capturas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado e já agora muitos tarolos no sapatinho! :)

      Eliminar
  14. Fonix! Anda a aprender com o Ricardo, aka Morangu xixi a ser um mijãozinho. ahahahah
    Parabéns ma Friend, já merecias o teu dinossauro.
    Esse video no fim está qualquer coisa, BAMOS MAZÉ CUMERRRRR E PESCAR CONGARÕES! ahahah

    Abração

    ResponderEliminar
  15. O vídeo final está fixe, mas se visses a mensagem do Urubu e do Luís até te mijavas a rir! Depois vês, em privado, que têm bolinha vermelha!

    Abração!

    ResponderEliminar
  16. Grande presentão de Natal antecipada, adorava estar lá só para ver as vossas caras .).
    É o peixe de uma vida que qualquer pescador quer apanhar, estás tu e o Cucunits de Parabéns pelo trabalho de equipa.

    Forte abraço Campeão.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado grande Urubas! Quando o primeiro se pirou e fiquei desolado, chegamos a comentar que faltavas lá tu - o "Zé Beto do RobalosHotspot"!... mas tinha sido difícil para qualquer um...

      Infelizmente não foste porque a vida não permitiu, porque foste (como sempre) convidado... parece aquele ano que sempre que eu ia não pescavamos nada e quando ias sozinho apanhavas sempre tarolos! :)

      Temos de ir xiná-los todos juntos! ;)
      Abração!

      Eliminar
  17. Parabéns pela captura exemplar! O momento será certamente inolvidável...
    Agora, nada melhor do que desfrutar desse enorme "bacalhau" na quadra natalícia.
    Abraço e votos de boas festas para a trupe dos robaloshotspot.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado Nuno "Marafado"! :)
      Boas festas também para vocês!

      Eliminar
  18. Quando perdeste o primeiro foi desanimador.
    Fixe foi o teu sócio dar te ânimo e sacarem um grande troféu
    Não é agridoce é a loucura
    Os que ficam lá não contam
    Granda troféu
    Grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Sérgio!
      Sem dúvida que o ânimo dado pelo Cuco, bem como a ajuda prestada em ambos os peixes, foram cruciais. É um previlégio poder partilhar estes momentos com quem nos é especial, como foi o caso.
      Loucura inesquecível, como bem dizes.

      Abraço!

      Eliminar
  19. Respostas
    1. Foi uma bela prenda de Natal, nem teria pedido tão boa! Este é o tal de andarilho! :)
      Abraço!

      Eliminar
  20. Alô JP!!!!
    Em primeiro lugar parabéns pelo Robalão e em segundo lugar parabéns pelo relato…
    Mais difícil que um recorde dessa categoria são dois recordes dessa categoria na mesma jornada de pesca, certamente será o peixe de uma vida e se o procuravas à cinco anos pois há quem o procure há muito mais. Ficará sempre o sentimento de tristeza em relação ao que escapou, pois sei bem o que isso é, também já me escaparam alguns dos grandes embora talvez não tão grandes como esse…
    Agora estás empatado com o King, 100g não conta num peixe desse calibre hahaha
    Mais uma vez PARABÉNS por esse ROBALÃO.
    Isso é que foi uma boa prenda de Natal :)
    Abraço e boas festas.

    ResponderEliminar
  21. Obrigado Lobão!
    Olha que tu é que andas a "empatar" o King, que acho que ficaste de lhe ligar para ir pescar, mas acho que te arrependeste com medo que ele te fulmine todos os recordes! Ahahahahahah!
    Grande abraço e boas Festas e vê lá se não te esqueces do xavalão! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Primeiro há que chegar o material matador, depois vai ser para exterminar o robalo cá da zona sul. ahahahah
      Não vai ser fácil, tenho o Janeiro TODO ocupado com exames, mas tem de dar para espairecer.

      Eliminar
    2. Ohhh King!!!! Os exames podem esperar os Robalos é que não....

      Eliminar
  22. Parabéns, isto é que foi uma aventura, são aventuras assim que nos ficam gravadas na memória, ainda bem que acabou tudo em bem e com esse belo troféu no saco... ehhehe Abraço e boas ferragens ;) Cláudio Spinnmaster Team

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade Cláudio, será um dia de pesca para recordar para sempre!
      Bom Natal!

      Eliminar
  23. Olá Zé Pedro,

    Já há muito que perseguias estes tarolos e este novo recorde é bem merecido, um peixe fabuloso conseguido com condições extremas, eu tinha pescado um pouco na alvorada e o mar estava tudo menos meigo, a crescer durante o dia, robalões em pesca extrema sem duvida!

    Posso imaginar o que terão sido esses dois momentos tal foi a intensidade com que me relataste tudo ao telefone, felizmente tudo acabou bem, mesmo perdendo um grade peixe o dia foi de muita felicidade e será com toda a certeza inesquecível, com todas as peripécias e um grande recorde.

    Muitos parabéns meu caro, é um prémio merecido pelo empenho e postura que colocas na pesca, parabéns também ao Sérgio pela forma como defendeu este peixe, tenho a impressão que o Zé Beto vai passar a ficar no banco lol.

    Um grande abraço a todos, um feliz Natal e um 2014 cheio de pescarias!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Armando!
      No empenho e postura revejo-me em poucos, mas tu és um deles. Foi um prazer conhecer-te e poder partilhar e aprender contigo também. Estou certo que voltaremos a passar por momentos de pesca extrema e peixes extremos juntos, assim espero! ;)
      Também te desejo um Bom Natal e que 2014 nos deixe pescar muitas vezes, com muitos ou poucos robalos, mas sempre entre Amigos!

      Eliminar
  24. Grande Pescador , nao deste de caras com um mas sim com dois em menos de 15 min ... GRande momento eheheh :) Pena foi o segundo ter ido embora :C Pode ser que ele ainda te venha visitar :D BOas festas e um feliz ano novo !! Parece que uma prenda já recebeste :DD
    Saude amigo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá André! Passamos muito tempo a imaginar um peixe destes e quando menos contamos damos de caras com um... ou dois! Já não me imagino a pescar nenhum robalo maior, mas quem sabe... o prazer da pesca não está só no peixe nem nos recordes... foi bom, mas não vivia nem vivo obcecado com isso! Só sei que tenho mais vontade de pescar a cada dia que passa e esse prazer e a evasão que a pesca me proporciona serão sempre a grande motivação! :)

      Um abraço e muitas prendas, das com escamas também! ;)

      Eliminar
  25. Boas,

    Parabéns pelo peixe Zé Pedro, são estes momentos que gravámos para sempre, e continuar... os recordes são para ser batidos.
    Quanto ao perigo não comento, faz parte do jogo , pescar nas pedras também é adrenalina senão andávamos todos aos pimpões em lagos:)
    Abraço e bom Natal

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Paulo! Sem dúvida que são momentos gravados na nossa memória para sempre. É bom termos metas definidas e objectivos que nos motivem, mas no caso particular da pesca a minha motivação vem da partilha com os Amigos, da necessidade da evasão e liberdade que a pesca me proporciona. Se os robalos ajudarem à festa, óptimo; se forem recordes, óptimo; mas se não vieram, paciência! Amo pescar e isso vai muito além do apanhar peixe! ;)
      Um abraço para ti e votos de um Feliz Natal e de um 2014 com muita Pesquinha!

      Eliminar
  26. Que Robalo Fantástico.
    Parabéns Zé Pedro por esse belo exemplar e o recorde batido de forma fabulosa.
    Já não basta a adrenalina de ter um peixe desse calibre ferrado, quanto mais passar a situação em geral.
    Grandes sustos muitos de nós já passamos daí sente isso como algo que faz parte da pesca, Principalmente na pedra que é onde eu tanto gosto de pescar.
    Por duas vezes também já estive entre as dez e as onze. Ambas me safei ;)
    Um Forte abraço e desejo-vos um bom Natal.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Bruno e que 2014 nos proporcione emoções semelhantes, sem sustos! :)
      Grande abraço!

      Eliminar
  27. Boas José Pedro !

    Desde já os meus sinceros Parabéns pelo novo Record! Que majestoso Barrote !!
    O relato está 5* , ao ler quase me sentia lá ,e a viver todos esses momentos.
    Pena o primeiro não ter saído mas o destino dessa sexta feira 13 estava traçado e ainda bem que voltaste a insistir pois o que poderia ter sido um dia para esquecer acabou por ser um dia para sempre recordar ;)

    Grande Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá grande Inácio! :)
      Eu sou muito persistente, mas desta vez só voltei à carga por causa da insistência do Cuco e foi o que me valeu!
      Desejo-te Bom Natal e Boas Festas, para ti e para os teus! ;)

      Eliminar
  28. Parabéns José Pedro pelo record e pelo emocionante relato, mesmo apesar do sabor agridoce foi uma jornada memorável, parabéns também ao Cuco.
    Que venham mais 6º feiras 13 dessas!!!
    Um abraço e continuação de grandes lances

    ResponderEliminar