sábado, 11 de agosto de 2012

Vício hereditário

Nada como uma pesquinha para me fazer levantar da cama como uma seta às 5 da manhã. O caminho a percorrer foi o habitual dos dias de trabalho, apenas com menos movimento dada a hora. Paragem pelo caminho numa bomba de serviço para tomar um pequeno-almoço rápido e com ele a profilaxia do vómito - que desta vez surtiria o efeito desejado.
Eram 6 da manhã e lá estavamos na Marina de Viana do Castelo - eu, o Pombal e o filho João, e o Luís Lingadas Lareiro - prontinhos para embarcar.
A viagem foi tranquila e rápida, já que o vento era nulo e o piso não tinha os buracos do costume! Condições reunidas para a primeira conquista do dia - não enjoar! O que viesse por acréscimo, para mim, já era mais do que bom... mas na realidade tínhamos definido os gorazes, congros e tubarões como os principais alvos. 
Apesar do material da pesada, apenas atingimos um dos objectivos ao pescar um tubarão azul bébé (apelidado vulgarmente de "tintureira" devido à "tinta" azul que deixa em tudo o que toca). A proeza foi levada a cabo pelo João, com direito a vídeo da captura e libertação. Foi um prazer enorme ver uma criança de tenra idade com tanta alegria a pescar. Fez-me reviver as primeiras vezes que fui pescar com o meu Pai e  como ganhei este amor pela Pesca - parece um vício hereditário mesmo!




O pequeno grande "Mano" (como lhe chama o Pai Pombal) João, apesar de ter feito um período de cerca de 3 horas de descanso dos olhinhos, pouco superior ao meu, manteve-se firme e hirto, animando ainda mais cada captura que íamos fazendo. Foi pena que desta vez os gorazes falharam ao encontro, onde não faltaram muitos carapaus, ruivos, choupas, besugos, cavalas...
Foi um dia de pesca muito agradável, na companhia de dois verdadeiros Amigos, a repetir certamente, já que o material forte e feio para peixes da pesada ficou preparado para futuros embates!

Desta vez tentei enganar os peixes fazendo-me confundir com o Manuel Luís Lareiro, imitando a "perinha de marca"

Além das fotos, fica também um vídeo com alguns dos melhores momentos do dia:


As minhas férias estão mesmo à porta...  :)
Boas férias!

20 comentários:

  1. Com reportagens destas que ninguém se admire que depois exista o vício de pescar. Fantástica reportagem com malta do melhor. A calma e serenidade com que pescam e convivem, ensinando o pequeno João a pescar com respeito pela natureza é de valorizar. E amigo joão estás um verdadeiro senhor. Parabéns a todos pela pescaria e sobretudo pela manhã bem passada.
    Abraços a todos e em especial ao Steven Spielberg.
    MAI NADA
    Xinante Atmosférico

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande Xina, só te falta fazer a estreia na embarcada!
      Tu que comes como um animal, se vomitares de forma proporcional estás lixado! Kakakakakaka!

      Nada como experimentar e ver!

      Abração!

      Eliminar
  2. Belo convivio e pescaria igualmente interessante!
    Ter pais pescadores influencia definitivamente o gosto pela pesca de qualquer criança.. não duvido que o pequeno João já só pensa na proxima ida ao mar!

    Grande abraço e boas férias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha que tu não precisaste da hereditariedade para ter o vício... podias era tê-lo passado ao teu Pai, que assim de vez em quando podia fazer-nos companhia...

      Ainda vais a tempo...
      Espero que a Beatriz receba o gene, bem como a Sofia e a Mariana! Daqui a uns anitos se verá! ;)

      Eliminar
  3. Que saudades de pescar de barco. A última vez que fui correu muito mal, agoniei o dia todo, foi muito mau, nunca me tinha acontecido. Ao largo de Viana existem bons pesqueiros. Esta reportagem está ao nível a que já estamos habituados. Parabéns Zé pedro...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Orlando, um gajo que compra um carreto eléctrico e enjoa está mesmo xinado da tola! Kakakakakaka! Gostava de te ver comigo no alto-mar a fazer concurso do maior "gomitador"! Ahahahahahah!


      Abração!

      Eliminar
  4. Que saudades de pescar de barco. A última vez que fui correu muito mal, agoniei o dia todo, foi muito mau, nunca me tinha acontecido. Ao largo de Viana existem bons pesqueiros. Esta reportagem está ao nível a que já estamos habituados. Parabéns Zé pedro... Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. Excelente reportagem, o vício é capaz de ser mesmo hereditário. Parabéns pelo momento.
    Um abraço amigos.
    Filipe.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hereditário ou adquirido é um vício saudável!
      Abração Amigo!

      Eliminar
  6. boas
    bons momentos de pesca
    so não percebi essa de agarrar o rabo ahhahahahaha
    abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh sumítico, é muito fácil: o rabo é a extremidade caudal, logo a mais distante da boca! Kakakakakaka! É que o tubarão era bébé mas tinha um faqueiro melhor do que o meu que esteve em obras quase 5 anos! kakakakaka!

      Eu queria constatar o que já antes me tinham dito - é que o tubarão parece lixa!

      Abraço e não me lixes! :)

      Eliminar
  7. Bom vídeo, excelente relato, só a pescaria é que deixou algo a desejar, em termos de qualidade, qie não de quantidade. O pequeno João pareceu-me o mais inconformado e o mais lutador, ainda que pelos vistos não tenha resistido aos apelos de Morfeu. Mas não foi o único... Também a mim o sono só chega quando os gorazes e os pargos (ou outros peixes de qualidade) marcam falta de presença.
    Mesmo assim fiquei com saudades dos momentos (excelentes) já vividos a bordo deste barco e na companhia dos mesmos tripulantes...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Temos de voltar a embarcar juntos no "Figurão"!

      ;)

      Eliminar
  8. Adorei rever os meus amigos e o pequeno João "Maninho" que mais uma vez ensinou a pescar aquela malta ahahahahahahah.Esse barco "Figurão" só trás boas recordações, já está ensinado.............
    O realizador é que me saiu um bom rabo ahahahahahah, parabéns amigo por mais uma curta metragem 5*

    Abração a todos.
    Rui Urubu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha outro!

      Não sabem o que é bom! Kakakakakaka!

      Abração!

      Eliminar
  9. De pequenino é que se troce o pepino,já diziam os velhinos e com essa companhia e disposição de certeza que o pequeno já só pensa em mais uma investida,grande abraço amigos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelas palavras Amigo!
      Noutra investida já pensamos todos... o vício é tramado!

      Abração!

      Eliminar
  10. Eu a pensar que era desta que engatavas um "tubaralho" à Homem ...
    Estes sim são os verdadeiros Homens das Lingadas, não é como uns pseudo-lareiros que por aí andam ! ahahah
    E o material novo porta-se bem ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu é só "tubaralhos à homem" e "homens de lingadas"! Mas os "pseudo-lareiros" vão pescar, divertem-se e fazem relatos... já tu... NADA!

      Abraço e vê se passas da teoria aos actos!

      Eliminar
  11. Epá, eu sem ir pescar apanho o mesmo que tu ... ahahahahah

    ResponderEliminar