sábado, 14 de julho de 2012

Não tinha muito a perder!

Não sou muito de modas. Em nada. Nem na pesca. 
Gosto de andar à vontade e de me sentir confortável. Faço as minhas escolhas e tenho as minhas preferências. Não gosto que me impinjam nada, nem gosto de impingir nada a ninguém. Não tenho problemas em experimentar algo e admitir que me enganei na escolha. Admiitir um erro e mudar não é vergonha! Quando me iniciei no spinning, não havia a informação que (felizmente) há hoje. Comecei por adquirir material barato para experimentar - o material e a pesca. Depois dos primeiros robalos com amostras, o vício da pesca que já tinha foi exponenciado pelo spinning! Desde então já experimentei muito material e guardo muita coisa na gaveta... boas e más escolhas (para mim), que têm pelo menos um lugar histórico no livro de recordações. O passado não se escreve só a cores... 
Por vezes, há escolhas que até nem foram grandes escolhas, mas que culminaram em grandes resultados. É o caso flagrante de um dos primeiros conjuntos que adquiri - cana Ilicium Team de 2,70m e carreto Twin Power 3000. Com este conjunto "ultra light", sem saber ler nem escrever, capturei o meu maior robalo até hoje! Quem segue este blogue deve lembrar-se do vídeo dessa captura, que foi deveras inesquecível e muito provavelmente irrepetível, já que só com muita sorte ganharia outra luta a um exemplar do mesmo porte com aquele equipamento e aquelas condições de mar. Não se trata de falsa modéstia, mas uma convicção sincera.

Andava há mais de um mês a gradar... roubaram-me o Stella SW... e era Sexta-feira 13... não tinha muito a perder! Kakakakaka! Fui ao fundo do baú buscar a Ilicium Team (que por vezes ainda uso para pescar com passeantes com mar calmo e em spots fáceis) e o Twin Power 3000 (que estava há muito no porta-carretos da cana de bóia) e lá fui com o meu Amigo King John a um dos meus spots preferidos.
A ideia inicial era pescar ao nascer do dia, por volta das 5 da manhã, mas o cansaço fez adiar essa vontade até à tarde. Entretanto, o mar e o vento cresceram e a chuva chegou! Que belas condições para material "ultra light"!... O que me confortava era pensar que (as outras opções que tinha) o carreto technium 5000 FA estava quase sem linha e o Stella 6000 FA naquela cana seria um antêntico rochedo! LOL ...Mas bem que podia ter levado uma caninha mais forte! Paciência! Já que ali estava, tinha era que disfrutar do momento! 
Depois de 3 horas de "fisioterapia" ao corpo e à alma, que pelo menos foram mais suaves para o corpo devido ao baixo peso do conjunto, acabei por ter uma grande alegria! Da pedra onde estava a lançar para Sul (contra o vento), arrisquei lançar para Oeste. A amostra caiu na água logo atrás de uma vaga de mais de 2 metros. Entre o lançamento e o início das primeiras maniveladas só tive tempo de correr uns metros para trás para diminuir o impacto da onda na rocha e sobre mim. Mal estico a linha, o drag dispara! É certo que o tinha (propositadamente) bem aberto, não fosse ferrar um peixinho de maior porte naquele mar bruto, mas nos primeiros instantes acreditei que podia bem ser um desses. O spot era complicado, sem espaço para erros e não me deixava dar grandes abébias. Cana ao alto e muita força na escoa ainda sem ver o peixe... Mal me apercebo que é pequeno, aproveito a vaga seguinte e meto-o aos meus pés corricando a 100 à hora (é que o ratio é incomparável com o que estava habituado!).
Pode parecer exagerado por ser um robalo pequeno, mas há muito que não tinha tanta emoção a apanhar um peixe! Foi ESPETACULAR!


Apesar da felicidade, esta captura reforçou a minha convicção acerca deste conjunto: se era um peixe grande, naquelas condições, nem que me borrasse todo o tirava! Kakakakaka! Ou se calhar tirava... um em cem... como o outro! Kakakakaka! Prefiro nem imaginar se hoje tinha ferrado um novo recorde e o perdia...

Gosto de meditar sobre a pesca, sobre as minhas opções. Tentar melhorar, sentir-me mais confiante e confortável. Sem dúvida que este conjunto terá sempre lugar no meu baú e nunca ganhará pó... mas para usar noutras circunstâncias. A ter de desiquilibrar as probabilidades na luta com um peixe, prefiro fazê-lo a meu favor, com um carreto com um ratio maior, com mais força e com uma cana mais comprida que me permita fugir melhor aos obstáculos e içar um bom peixe se for preciso. São gostos, os meus gostos... e gostos não se discutem...

Há alguns anos estava na tal "moda" as canas cotonetes e os carretinhos de achigã, quase como agora está na moda o "light rock fishing" (LRF). Não estou contra elas, apenas não as sigo. Definitivamente, não estou inclinado para as "modas" como não estou para nada "light" quando a pesca se dirige ao maior predador da nossa costa!

Abraço e boas pescas!
Pesquem confortáveis e divirtam-se! Não sejam ovelhas, não sigam rebanhos! ;)

13 comentários:

  1. Gostei particularmente das tuas ideias e convicções,e sou também apologista delas,mas parabéns pelo peixe,dá sempre para "matar o bicho",um grande abraço amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá ntyper!
      Obrigado pela visita! ;)
      A intenção não é querer "impingir" a ninguém as minhas ideias e convicções, muito pelo contrário. Com este post, para além de tornar claro que nem sempre é um grande peixe que nos dá grandes emoções, tento estimular cada um dos leitores a fazer as suas próprias experiências e com elas tirar as suas ilações. Não há nada melhor do que sermos nós próprios a seguir as nossas ideias e sentirmo-nos bem com as nossas opções!
      Grande abraço!

      Eliminar
  2. Boas!
    Belo relato :D
    Já deu para tirar o pó ao conjunto que te deu uma grande alegria !
    Depois do que aconteceu ao stella, o peixinho já "ajuda" a esquecer.

    Cumps

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bem verdade Jota! E também ajudou a perceber que tenho é de comprar outro igual! :)))))

      Abraço!

      Eliminar
  3. Só digo o seguinte: o ia 13 à mais de 12 anos que me dá sorte e por isso acho que a malta menospreza o dia 13 e isso é um erro...ololoolo
    Se juntarmos isto à perícia do pescador, até com um pau de vassoura e um fio de lã o peixe pode vir para o teu saco..olol
    Bela reportagem e texto entretido.
    Abraço patrão
    Xinante Atmosférico

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande Xinante nº13! EU o pau de vassoura e o fio de lã deixo para ti que pescas uma vez por ano quando o rei faz anos! LOL
      Anda com a malta que toda a gente já tens saudades tuas!
      Agosto está a chegar e depois não tens desculpa!
      Abração!

      Eliminar
    2. O Xinante quando FINALMENTE for pescar, apanha 3 ou 4 tarolos que fica maluco. ahahahahah

      Eliminar
  4. Mais um grande relato e um belo peixinho!!! Parabéns e moda moda, é aquele com que nos sentimos bem, e mais nada. Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo Cabé! Essa é pelo menos a minha moda! ;)
      Abraço!

      Eliminar
  5. Para o teu bem, esse peixe não foi um Record, porque caso contrário andavas a chorar durante uns dias ! kakakaka
    Foi altamente, se o mar estivesse menos um bocado podes crer que tínhamos feito uma Lingada ! :D
    É PA POCINHAAAAAAAAAAAA !

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão King! Ainda bem que tal não aconteceu... sabes como fico lixado sempre que perco um peixe... prefiro não os ter na linha do que ter e perdê-los!
      O que importa é o resultado final: 1 miki a zero! Kakakakaka!

      Eliminar
  6. Parabéns amigo.. já andavas a merecer um peixinho!
    Grande relato e fico feliz pela jornada ter ajudado a decidir em adquirir o Stella.. vamos lá ao business!

    Moda é aquilo que nos faz sentir bem; tudo o resto é passeio.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  7. Boas Cruz,

    relato agradável amigo ;)

    Falaste bem, nada de modas, escolher material que se adapte ao pescador e ás condições do pesqueiro onde pesca, mais nada!.... não há só uma cana para spinning nem um carreto só ;)

    Eu acho que qualquer material tira peixe, com maior dificuldade ou menor, factor que depende da sorte, saber e astucia do pescador...

    Cada cana e seus respectivos tamanhas têm as suas aplicações, por falares em canas "cotonete" hehehe.... ando a pescar agora com uma de 2.74m porque me lesionei no braço direito e deixar de pescar está fora de hipótese... a cana é super leve, lança bem e claro como não podia deixar de ser é de Heavy spinning.... e digo-te, não deve haver peixe que não tire cá para fora... aliás, os últimos 4 BARROTES foram todos com ela (penso que até está numa foto).... Para trabalhar com o Teaser e vinis em geral, digo-te muito sinceramente... Muito boa mesmo ;)

    Grd abr master Bigone ;)

    ResponderEliminar