quarta-feira, 19 de junho de 2013

Sábado dourado, sem douradas

Este ano ainda não me estreei às douradas, mas ainda só as tinha procurado por uma vez. À segunda tentativa, sem que o tempo e a água aqueçam, fui com o meu Pai - perito na arte de pescar douradas gigantes de 200g! A pesca foi combinada com tempo para o Sábado de manhã e a marmita preparada a condizer. Como tínhamos a arca cheia para transportar, acabamos por fazer a travessia de barco, evitando a longa travessia no "deserto" da base de S. Jacinto.
A expectativa de pescar no fim dos blocos na Foz da Ria gorou-se mal entramos no barco-taxi, quando o seu comandante nos avisou de imediato que não se podia pescar além da escada. Fiquei logo desiludido, pois mesmo que não andem por lá douradas, no fim do paredão andam sempre uns sargos dos bons para desgradar... Confinados a meio do caminho que pretendíamos percorrer, lá montamos o material e começamos a pescar. A maré era pouco viva e a água estava cristalina, pelo que as condições para pescar as tão desejadas douradas nem eram más de todo. Contudo, o tempo foi passando e apesar de múltiplos toques, douradas nem vê-las! Fosse pela falta de douradas ou pela abundância de peixe pequeno que não dava paz às iscadas, voltamos para casa com apenas um sargo (e pequeno!) na mochila. Parece-me que não é só falta de jeito e que ainda não lá andam douradas com a força habitual nesta altura do ano - não vi uma única cana a vergar com uma e não foi por falta de canas!



Já com o materrial arrumado no carro, fomos dar por concluído o ritual no restaurante do costume. Como não tinham chocos, que também devem estar atrasados como o bom tempo e as douradas, comemos umas lulinhas grelhadas que souberam a pouco!
De regresso a casa, foi tempo de família reunida, banhos de sol e na piscina e churrasco. À ementa, para além da imprescindível "xixinha", não faltou o bom robalo escaladinho de pescas mais afortunadas que esta da dourada! 



Por isso mesmo, tratou-se de um Sábado dourado, mas sem douradas!


7 comentários:

  1. Até para esses lados as burras estão escassas...:(
    Isto tá bonito tá...
    Bem ao menos foi um Sábado dourado...:)

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Isto anda mau para a pesca e o tempo não ajuda... De qualquer forma é sempre melhor um mau dia de pesca do que um bom de trabalho! :))))))))
    Abraço Manuel!

    ResponderEliminar
  3. É sempre agradável ir pescar a S. Jacinto e com o final de dia a terminar com banhos e um belo churrasquinho diria qu o balanço é mais do que positivo é muito bom. O resto é paisagem.
    Abraço aos 2 pescadores.

    ResponderEliminar
  4. É sempre agradável ir pescar a S. Jacinto e com o final de dia a terminar com banhos e um belo churrasquinho diria qu o balanço é mais do que positivo é muito bom. O resto é paisagem.
    Abraço aos 2 pescadores

    ResponderEliminar


  5. Grande Zé...:-), apesar de não haver douradas, pelas imagens foi um grande sábado..hehehe..junto com a familia numa almoçarada e de papo para o ar na piscina não podia ser melhor...hahaha
    Tens que ter cuidado com essas fotos na piscina, se o estado vê ainda levas com mais uma taxa..hahaha
    Um grande abraço com saudades

    Luís Malabar

    ResponderEliminar
  6. Vale bem a pena ir ao encontro das douradas, mesmo sem elas aparecerem já que a vinda é sempre em grande no tasquinho das lulas :).

    Quanto ao fim do dia foi mais uma vez a melhor parte, junto da famelga e com "mikis" na grelha, não vi foi as botelhas a rodar ahahahahahahah.


    Abração

    ResponderEliminar
  7. Um grande sábado só pode ser passado em família, ainda por cima a pescar e depois a metar pra blusa peixinho do bom grelhado!

    Parabéns amigos!

    Grande abraço Zé Pedro e Pai Cruz!

    ResponderEliminar