sexta-feira, 5 de março de 2010

Grade pela manhã, recorde ao fim da tarde

Estou de férias, mas a verdade é que me tenho levantado mais cedo do que quando vou trabalhar! Mas tem valido sempre a pena, com e sem peixe! E tenho sempre as tardes para descansar...ou não!

Hoje de manhã, combinei com os meus amigos Cabé, Orlando e Jerbey e às 7 da matina já estavamos à beira mar plantados. Estava uma manhã muito agradável: 12 ºC, vento quase inexistente e a chuva não nos veio visitar. Apesar das óptimas condições climatéricas, os robalos não quiseram nada com as nossas amostras.

Foi, contudo, um agradável convívio, que serviu para "matar" saudades dos amigos e estar em contacto com o nosso amigo Mar.

Ao fim da tarde, por volta das 18h, a pescaria há muito adiada pelos afazeres profissionais e pessoais. Eu, o Rei João (cada vez mais Rei), o meu Pai e o nosso amigo Rui Monteiro, fomos juntos pescar ao pôr do sol. E que pôr do sol!

O nosso amigo Rui Monteiro, mestre na arte dos "ferros", começou por mostrar como se seduz um robalo com zagaia. Era já noite cerrada, quando me chama a mim e ao João, com a adrenalina de uma bela ferragem! Minutos depois estava um bonito peixe de 3510g aos nossos pés, pescado com a mestria habitualmente mascarada pela modéstia. Grande Rui! Que bonito foi ver-te pescar e partilhar contigo esse momento!


Entretanto, após mais uns 5 ou 6 lançamentos com a minha Angelkiss, sabendo que o meu pai já estava no carro à espera para ir embora, aviso os meus companheiros que me ia dirigindo para o carro. Peço ao João que faça mais 2 ou 3 lançamentos e que depois vá ter conosco para rumarmos a casa. O Rui diz que também já vai embora. Chego ao carro, desmonto a cana, guardo o carreto e a amostra, tiro o fato e mudo a roupa. Rui e João, nem vê-los!

Volto à praia, assobio e aceno! Vejo uma luz que anda rapidamente de um lado para o outro e penso que estão a apressar-se para regressar. De facto estavam, mas com mais um "brinde"! De início, pensei que estavam a brincar pois o Rui trazia o saco do peixe cheio e o João trazia um peixe enorme na mão. Ao longe, enquanto se aproximavam de mim, pensei que a minha miopia me estava a tramar e que o saco do Rui trazia um pano ou algo do género... Afinal não! O Rui trazia o peixe que o vi pescar e o João tinha acabado de pescar um ainda maior!!! Era um cabeçudo de 4100g! Que belo exemplar! Ainda por cima o maior pescado ao spinning pelo Rei! O sorriso era de orelha a orelha! O de menino! O de sempre! Puro! Honesto! Merecido! Este menino é cada vez mais um grande pescador! Relatou-me o que sentiu com entusiasmo. Agradeceu a ajuda do "mestre" Rui na hora de tirar o peixe. Porque quem é humano treme, e sua e tem medo! E pede ajuda! Sem vergonha! Com orgulho!

O mesmo orgulho que, sem qualquer peixe, senti em ambos, como se fossem meus! Aliás, eram ambos meus! São ambos meus! Estão no meu livro de recordações! Graças a eles!

Chega de letra!

PARABÉNS CAMPEÕES!

3 comentários:

  1. Boas,

    bons peixinhos...

    Abr spinnmaster PM

    www.spinnmaster.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Olha só para cara dos dois... grande equipa.
    O Zé Pedro é uma maravilha de um amigo. Se bem o conheço deve ter ficado mais contente do que o Rui e o João junto.

    Abraço aos 3.

    ResponderEliminar
  3. Estes amigos da onça, deixaram-me na Póvoa e foram apanhá-los no quintal do Rui.....isso não se faz. A sério, fiquei tão contente com vós, portanto Parabéns mais uma vez. Grande abraço.

    ResponderEliminar